Archive for the ‘Comes e Bebes’ Category

Onde estimular as papilas gustativas no Rio

outubro 3, 2006

Oba!No domingo de manhã fui pegar os jornais e fiquei toda prosa assim que bati o olho na Veja Rio. Era aquela edição anual sobre os melhores restaurante, bares e comes e bebes, em geral, da minha cidade. Pouco me importa se o júri é adequado, se a votação é confiável e se o Talho Capixaba é ou não o melhor lugar pra se comer sanduíches.

O que ocorre sempre que chega a tal revistinha é uma sensação boa: fico toda orgulhosa da gastronomia do Rio (que, em quase todos os aspectos, é todo problemático) e com uma vontade súbita e incontrolável de ir lá e provar tudo, prestigiar tudo, e ficar comentando por aí sobre os tempeiros do prato tal e o garçom simpático que me atendeu não sei onde, recomendando o milk shake do joe & leo’s, os sucos do juice & co., o pato com molho de tangerina do carlota e o brigadeiro anestesiante da colher de pau.

Bate um impulso consumista de gastar o dinheirinho (que eu não tenho mas quem sabe um dia) ajudando a impulsionar a economia local. A não ser quando se descobre que a pizzaria era, na verdade, uma lavanderia de dinheiro. Aí não dá, aí fico triste.

É gostoso ficar reparando: tem os que ganham sempre (O Celeiro com a salada, o Antiquarius no português, o Jobi no chope, o Mil Frutas com o sorvete), tem os que mudam sempre (O “melhor pra ir a dois” já foi Seu Martim, Da Graça, agora é Miam Miam)… E o fato é que nunca fui nem em 1/3 desses restaurantes e, em alguns dos que fui, não concordei com terem sido eleitos os melhores na categoria.

Mesmo assim, a edição gastronômica clássica da Veja Rio é um evento que exerce um efeito estranho de histeria carioca sobre mim. Não consigo evitar ficar achando o maior barato ter à disposição um monte de bares charmosos, chefs criativos e refeições deliciosas dos mais variados tipos. É assim, sem perceber, que a gente constrói raízes e cria um monte de referências. E depois, na mesa do bar que talvez esteja listado como “melhor happy hour”, comenta em relação a qualquer coisa com os amigos: “ah, gente, mais isso é cultural.”

Anúncios