Posts Tagged ‘Mulherices’

Objetos de desejo da semana (e da vida!)

agosto 18, 2008

Na minha singela opinião de consumidora, nem sapatos configuram uma compulsão feminina mais deliciosa (e perigosamente destruidora de orçamentos) do que bolsas. Esse ano uma das minhas maiores descobertas foi a La Reina Madre que, na realidade, já existe há um tempão. Trata-se de uma designer que manda absurdamente bem em bolsas e faz a alegria da mulherada de norte a sul do Brasil. Eu confesso que passo no site quase todo dia pra conferir as preciosidades que ela faz. E já desisti de resistir! Tenho 2 bolsinhas aqui comigo (que sempre fazem o maior sucesso por onde eu vou) e mais 3 gatinhos perfumados de pendurar no armário on the way. Mas as escolhas têm que ser muito bem pensadas, porque senão a gente estoura as finanças por lá, já que as bolsas lindíssimas não são baratas.

Fuçando as peças vendidas, escolhi as minhas 10 la-reinas-sonhos-de-consumo e vou compartilhá-las por aqui, pra deixar mais gente a par dessas maravilhas. E são sonhos mesmo porque, infelizmente, a rainha das bolsas não faz reedições de peças esgotadas, para desespero das que ficaram sem e para exlusividade total das que conseguiram arrematar as iguarias.

Obsessão do momento

agosto 5, 2008

Como já escrevi anteriormente, roupas de brechó pra mim entram em toda uma categoria especial e preciosa de moda. Não digo isso pra puxar uma brasa pra minha sardinha, digo porque acredito que as roupas tenham uma espécie de alma. Ok, alma é um pouco demais. Mas que elas carregam uma certa espiritualidade traduzida em histórias, momentos e emoções, ah, isso não tenho dúvida. Afinal, não tem sempre uma roupa esquecida no fundo do armário que você não usa mas da qual não consegue se desfazer, porque foi presente de alguém especial ou porque foi vestindo ela que você viveu alguma coisa bem marcante? Roupa é muito mais do que só um pedaço de pano pra cobrir as nossas vergonhas, e não falo só de estilo e personalidade.

Depois que acordei para o glamuoroso (e perigoso!) mundo fashion, descobri como são especiais as roupas vintage. Primeiro me viciei no brechó Eu amo Vintage, fiz umas compras maravilhosas porém incrivelmente difíceis de se usar (haja coragem e estilo!). Roupas retrô têm, primeiramente, um charme único, você não vai encontrar ninguém com uma roupa (ou, com mais certeza ainda, um look) igualzinho ao seu. E, depois, um arzinho romântico de “não se fazem mais vestidos como antigamente”, sabe?

Os brechós são museus de estilo, cheios de obras de arte autênticas, porém acessíveis. Tem gente que acha brechós lugares meio mórbidos e bolorentos. Mas eu, não. Acho que não é lá que as roupas se finalizam, mas sim é lá que elas transcendem, cheias de referências a outros tempos, modos de vida e histórias pessoais.

Mas aí eu descobri um site de uma menina que mora em Atlanta e virou referência de moda nos EUA sabe como? Garimpando, customizando, restaurando e vendendo peças só de brechós! Ela mistura texturas, acessórios e cores com um estilo invejável. Porém, cuidado, se você tem 2 X em seus cromossomos sexuais: você pode passar horas no flickr dela.

E fiquei pensando: que hoje-vou-assim cheio de fórum, maria bonita e estilistas carésimos, que nada! Bacana mesmo é quem consegue (e ainda dá dicas!) montar looks completamente originais e inimitáveis com peças bem acessíveis garimpadas de brechós e, inclusive, modificadas (céus, como eu invejo pessoas que simplesmente FAZEM ou REEDITAM as próprias roupas.. não é o máximo?)